Ouvir música: Reflexões sobre a percepção auditiva como forma de construção de uma identidade musical

Autores

  • Ana Paula Peters UNESPAR, campus Curitiba I
  • Luiz Sergio Ribeiro da Silva

Palavras-chave:

Escuta musical, enculturação, prática artística

Resumo

Este artigo tem como objetivo levantar questões quanto à importância da escuta musical como recurso de aprendizagem, a descoberta de afinidades com determinados repertórios, artistas de referência e um estilo a ser desenvolvido durante a trajetória artística. Apresenta uma abordagem na relação da escuta com o processo de enculturação, o entretenimento, o desenvolvimento no campo profissional, a prática em grupo e o envolvimento de músicos com gravações em LP’s (long-plays), principalmente relacionados às primeiras décadas do século XX, período de intensa disseminação das gravações de música popular. Pretende-se com este trabalho indicar recursos no processo de escuta que podem ser fundamentais como contribuição para o desenvolvimento de habilidades e a construção de uma identidade musical.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Sergio Ribeiro da Silva

Mestre em Música pela Universidade Federal do Paraná (2019). Pós-graduado em Música Popular Brasileira pela Faculdade de Artes do Paraná - UNESPAR, (2011), MBA em Marketing pelo Instituto Superior de Pós-Graduação - ISPG de Curitiba-PR (1998) e graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Campos-RJ (1996). Atua como produtor cultural desde 2008 com ênfase em música brasileira participando de editais de incentivo no âmbito federal, estadual e municipal.

Referências

Bessa, Virgínia de Almeida. 2010. A escuta singular de Pixinguinha: história e música popular no Brasil dos anos 1920 e 1930. São Paulo: Alameda, 2010.

Bittencourt, Alexis da S. 2006. A Guitarra Trio inspirada em João Donato e Johnny Alf. Dissertação de Mestrado. Unicamp. Campinas: Unicamp.

Brito, Teca A. de. 2011. Koellreutter educador: o humano como objetivo da educação musical. 2ª Ed. São Paulo: Editora Peirópolis.

Cabral, Sergio. 2008. Antonio Carlos Jobim: uma biografia. São Paulo: Lazuli Editora: Companhia Editora Nacional.

Castro, Ruy. 2009. Chega de Saudade: A história e as histórias da Bossa Nova. 3ª ed. São Paulo: Companhia das Letras.

Cazes, Henrique. 1998. Choro: do quintal ao municipal. São Paulo: Editora 34.

Diniz, André. 2002. Joaquim Callado: o pai dos chorões. Rio de Janeiro: Gráfica Falcão/Arte - Fato Produto Cultural, Ourocard.

Elliott, David J.; Silverman, Marissa. 2015. Music Matters: A Philosophy of Music Education. New York: Oxford University Press.

Faulkner, Robert; Becker, Howard S. 2009. “Do you know...? The Jazz Repertoire in Action. Chicago: The University of Chicago Press.

Fonterrada, Marisa T. de O. 2008. De tramas e fios: um ensaio sobre música e educação. 2ª Ed. São Paulo: Editora UNESP.

Gordon, Edwin E. 1989. Audiation, Music Learning Theory, Music Aptitude and Creativity. Tampa: Suncoast Music Education Forum on Creativity, p. 75-81.

Green, Lucy. 2002. How popular musicians learn: a way ahead for music education. Londres: Ashgate.

Hargreaves, Wendy. 2012. Generating ideas in jazz improvisation: Where theory meets practice. International Journal of Music Education, 30(4), p. 354-367.

Peters, Ana Paula. 2016. Nas trilhas do choro. Curitiba: Máquina de Escrever.

Sandroni, Carlos. 2001. Feitiço decente: transformações do samba no Rio de Janeiro, 1917-1933. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.

Schafer, Murray R. 2001. A afinação do mundo... São Paulo: UNESP.

Silva, Luiz S. R. 2011. Johnny Alf – As inovações harmônicas que influenciaram a música popular brasileira a partir da década de 1950. 83 f. Monografia (pós-graduação em música popular brasileira). Faculdade de Artes do Paraná, Curitiba.

Silva, Luiz S. R. 2019. Aprendizagem musical no piano popular – A trajetória profissional de Fernando Montanari. 138 f. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

Sloboda, John A. 2008. A Mente Musical: A psicologia cognitiva da música. Tradução de Beatriz Ilari e Rodolfo Ilari. Londrina: Eduel - Editora da Universidade Estadual de Londrina.

Publicado

2021-05-27

Como Citar

Peters, A. P., & Ribeiro da Silva, L. S. (2021). Ouvir música: Reflexões sobre a percepção auditiva como forma de construção de uma identidade musical. MusiMid: Revista Brasileira De Estudos Em Música E Mídia, 2(1), 48-60. Recuperado de http://musimid.mus.br/revistamusimid/index.php/musimid/article/view/38

Edição

Seção

Artigos