“Your kids’re gonna like it!”: Functions and significations of music in Back to the Future

Autores

  • Dario Martinelli Kaunas University of Technology

Palavras-chave:

música de filme, trilha sonora, semiótica, de volta para o futuro, sociedade americana

Resumo

De volta para o futuro, dirigido por Robert Zemeckis, é uma das mais icônicas sagas de ficção científica/aventura da história, com um impacto notável na cultura popular. O presente ensaio oferece um tipo de análise quase “cirúrgica”, fragmento a fragmento, que tentará revelar todos os usos da música nos pontos específicos correspondentes do filme. Ao todo, há 40 fragmentos musicais no filme, 12 dos quais são diegéticos, 24 não-diegéticos e 4 contendo elementos diegéticos e não-diegéticos (nos modos que serão ilustrados). O artigo focará nas passagens mais significativas, totalizando 19 episódios musicais, que serão analisados em sua relevância semiótica, musicológica, mas também cultural.

Referências

Altschuler, Glenn C. 2005. All shook up: how rock 'n' roll changed America. Oxford: Oxford University Press.

Brown, Royal S. 1994. Overtones and Undertones: Reading Film Music. Berkeley: University of California Press.

Fhlainn, Sorcha Ni? (ed.). 2010. The worlds of Back to the future: critical essays on the films. London: McFarland & Co.

Martinelli, Dario. 2020. What You See Is What You Hear – Creativity and Communication in Audiovisual Texts. Berlin/New York: Springer.

Partan, Sarah - Marler, Peter. 1999. “Communication goes multimodal”. Science 283/5406: 1272-3

Publicado

2020-05-28

Edição

Seção

Dossiê - Sobre a significação musical